Quartos de bebé

Quando a M. nasceu – e já aqui referi isto – eu não conhecia ainda todo este universo infantil que agora me rodeia. A M. nasceu duas semanas mais cedo, e quando voltamos para casa com ela, o seu quarto ainda nem sequer estava preparado ou arrumado. Também não estava planeado, concebido, nem sequer imaginado.

O quarto dela foi se fazendo com o tempo, e mesmo assim, hoje passa mais tempo na sala do que no seu quarto. Diz que não gosta de estar sozinha. Neste preciso momento, deve estar a dormir na nossa cama, com o pai, enquanto eu aqui escrevo este post sobre quartos de bebé, o que tem a sua ironia.

Rebuçado Ácido

1/ visto aqui

Rebuçado Ácido

2/ aqui

Rebuçado Ácido

3/ visto aqui

Rebuçado Ácido

4/ aqui (vale a pena ver o resto desta casa)

Rebuçado Ácido

5/ aqui

Neste post, tentei pesquisar algumas ideias de quartos que eu achasse giras ou que pudessem servir de inspiração. Mas percebi que a decoração não é um tema fácil, em todos os quartos que vi havia sempre um elemento que me fazia desistir.

Eu gosto de coisas simples, neutras, e é difícil encontrar isto nas sugestões de quartos de bebé, principalmente porque um quarto de bebé deve – para além de funcional – também ser acolhedor, uma especie de ninho e uma declaração de amor dos pais para os seus filhos. Ao mesmo tempo, na “vida real”, os quartos de bebés tal como qualquer casa habitadas por crianças tornam-se rapidamente numa grande “bagunça” e isso é também algo que me faz duvidar dos espaços perfeitos das fotos: onde vão caber aqueles objectos todos que habitam a nossa casa quando temos um bebé/uma criança?

No entanto, gosto de todas as sugestões acima, sendo a nº 3 a minha preferida.

A próxima tentativa fica para a Lu, e tenho a certeza que vão adorar as sugestões dela!

Anúncios

7 pensamentos sobre “Quartos de bebé

  1. Gostei muito das sugestões Daniela. No nosso caso o quarto do M. também tem sido feito aos poucos, uma coisa de cada vez e acho que tem mais graça assim, pelo menos para nós. Adorei as sugestões “pouco” óbvias porque também não sou muito fã do quarto “menina cor de rosa” , “menino azul”. Acho que sobretudo têm que ser práticos!

  2. Olá Patrica!
    Obrigada pelo comentário. De facto, isto de procurar quartos confortáveis, praticos, bonitos e ao mesmo tempo reais é muito complicado, ainda para mais para crianças muito pequenas. No fundo, as crianças muito pequenas so precisam de uma cama e nós de um muda-fraldas para eles… Depois, quando crescem, precisam de muito espaço para tralha, de facil acesso, idealmente caixotes, porque as crianças e as gavetas é assim um problema, pelo menos na minha casa acaba sempre tudo espalhado por todo o lado, e eu dps apanho e coloco em caixas… Suponho que noutras casas seja parecido. Claro, frequentemente vejo em blogs casas perfeitas, arrumadas, etc, mas isto para mim não são casas reais. O que eu quis referir mais aqui neste post, foi a possibilidade e utilizarmos outros esquemas de cores… Se eu encontrar mais quartos como o numero 3, que eu adoro, eu volto a publicar. Bjs e obrgiada por seguires o nosso blog 🙂

  3. A todas as avós: ponham-se a fazer “granny squares” porque pelos vistos ainda nao passaram de moda…..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s